QUATRO REMADORAS

Eram quatro remadoras,
todas no mesmo barco.
Duas no lado direito,
duas no lado esquerdo.


Levavam o barco no braço,
sempre com movimento perfeito,
giravam o remo na água
todas ao mesmo tempo.


Quem vê as quatro juntas
às vezes se pergunta:
"de onde tiram tanta força
aquelas quatro moças?".

O barco já vai longe,
cruza a linha do horizonte.
Elas seguem sem parar,
inspiram e expiram o ar.


Quando chegam ao cais,
mesmo com todo o cansaço -
dessa vez foi demais! -
ainda resta força para o abraço.


 

 

acessos: 249291  | Site desenvolvido pela msmidia.com