artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Carlos Urbim
Produtos na loja
Carlos Urbim
Clique nas imagens para ampliá-las
Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar

 torne-se fã desse artista

Carlos Urbim nasceu em Sant´Ana do Livramento, no dia 4 de fevereiro de 1948. Transferiu-se para Porto Alegre, onde graduou-se em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Desde 1968 atua como profissional junto aos principais meios de comunicação rio-grandenses. Pai de Emiliano e Glauco, é casado com a jornalista Alice Urbim. Ocupou, entre outros, os cargos de diretor da Rádio da UFRGS, correspondente da revista IstoÉ, editor de Cultura da Folha da Manhã e do Diário do Sul, editor de cadernos de Zero Hora e editor de História da RBS TV.

Sua primeira obra de ficção para crianças, Um Guri Daltônico, foi lançada na Feira do Livro de 1984. Participou das antologias Conversa com Verso, organizada por Marô Barbieri e Christina Dias, Antologia do Sul – Poetas Contemporâneos do Rio Grande do Sul e Coletânea de Poesia Gaúcha Contemporânea, organizadas por Dilan Camargo. Em 1995,Um Guri Daltônico ganhou versão em CD ROM.

Com Saco de Brinquedos, Urbimobteve o título de altamente recomendável da Fundação Nacional do Livro Infanto-Juvenil. Com Rio Grande do Sul – Um Século de História, ganhou o Prêmio Açorianos de Literatura 2000, categoria especial. Também em 2000 foi condecorado com a Medalha Carlos Cavaco de Mérito Cultural, outorgada pela Câmara Municipal de Livramento. É cidadão honorário do município de Alvorada, título entregue pela Câmara de Vereadores em 2002. Desde 1990, foi patrono de Feiras do Livro de, entre outras localidades, Guaíba, Cachoeira do Sul, Gramado, Torres, Cassino, Cidreira, Alvorada, Gravataí, Cachoeirinha, Morro Reuter, Caxias do Sul, Carazinho, Tramandaí, Imbé, São Jerônimo, Portão, Dois Irmãos e Capão da Canoa.

Em 2006, a nova edição de Bolacha Maria obteve o Prêmio de Livro Infantil do Ano da Associação Gaúcha de Escritores e o autor também recebeu o troféu Homem de Destaque do Ano, entregue pela Liga Feminina de Combate ao Câncer de Livramento. Em 2009, passou a ocupar a Cadeira nº 40 da Academia Rio-grandense de Letras e foi eleito patrono da 55ª Feira do Livro de Porto Alegre, além de receber a Medalha do Mérito Farroupilha, outorgada pela Assembléia Legislativa, e a Medalha de Porto Alegre, entregue pela Prefeitura Municipal em 2010.

Entre 3 e 6 de novembro de 2011 participou, como patrono brasileiro, da 2ª Feira Binacional do Livro, evento na divisa entre Santana do Livramento e Rivera.

Suas mais recentes publicações, lançadas em 2013, são Para Entender Pai e Mãe, em dupla com Claudia Tajes, e Foi o que Coube na Mochila, em parceria com Airton Ortiz, Christina Dias, Luciana Thomé, Luiz Paulo Faccioli e Sergio Napp.


Cidade Porto Alegre
E-mail alice.urbim@rbstv.com.br
Site www.carlosurbim.com.br


Produtos na Loja AG (3)

Destaques

 Cadastre-se como fã desse artista

Prestigie seu artista favorito.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF: /
 
  


Fãs desse artista (6)

Ricard, Cristiane Silva Teixeira, Aline Porciuncula da Silva, Silvana, Luis Ventura, Annete Baldi,

Mural

Carlos Urbim, Eterno!
Eu perdi um grande amigo. Eu perdi um grande parceiro de trabalho. Eu perdi uma pessoa que sempre me estimulou e me ensinou muito no mais amplo sentido da palavra. Eu perdi um grande autor que me presenteou com uma personagem única, humanizada, a Traça Biblió, cuja pele visto há 24 anos. Certa vez eu havia feito uma pequena pausa em minha atuação. Quanto retomei foi para ele a primeira pessoa que telefonei e disse: "Tô voltando". Ele me respondeu: "A ribalta te espera"! Esse era e é o Carlos Urbim porque ele não está mais entre nós fisicamente, mas sua obra, sua ética, sua criatividade, sua generosidade e sua alegria contagiantes ficarão sempre nos nossos corações, nas nossas vidas.
A cultura brasileira perdeu um grande jornalista e um grande escritor que, sobretudo, investiu na infância. A grandiosidade do Urbim fez dele uma pessoa e um profissional inclusivo, generoso. Aprendi muito com ele sobre a humildade, uma das suas grandes características. Eu perdi muito, mas também tive o grande privilégio de conviver com uma pessoa que tratava bem a todos e todas. Então, eu estou chorando, mas eu convivi com alguém que era uma usina de ideias; um grande talento e dono de grande energia positiva e profunda fidelidade. Gracias, gracias, gracias, Carlos Urbim! Boa viagem, amigo!
Dinorah Araújo, Porto Alegre - RS 18/06/2015 - 17:535861
Querida Alice,
tão feliz e emocionada fiquei pelo reconhecimento e carinho que tiveste por nosso trabalho. Abraço de todos os professores que são agraciados por este espaço. Beijo
Aline Porciuncula da Silva, Porto Alegre 04/06/2015 - 12:075851
Conheci o Urbim assim que entrei na ZH. Eu era um guri, no início dos anos de 1990, e o via de longe, lá no segundo caderno. Até que fui trabalhar por lá. E foi demais! Fechar um caderno com ele era um presente. Ele, com seu vozeirão, era doce e humano como pouco vi. Tinha uma risada única, capaz de te tirar de qualquer concentração. E também era humilde como jamais vi. Era gente. Muito gente. E adorava contar histórias. E com aquela voz de quem estava encenando, era um show. Algumas histórias jamais vou esquecer, como as que se passaram em seu apartamento, quando era jovem aqui em Porto Alegre.
Urbim foi cedo. E pessoas como ele passam por esse mundo pra nos dizer que vale muito ser gentil, educado, amoroso, cuidadoso... Que vale ser gente de verdade. Nós, os mais velhos, vamos sentir sua falta. Mas as crianças, suas grandes amigas, pederão a chance de crescer mais felizes.
Um abraço, Urbim. E obrigado por tudo!
Fábian Chelkanoff Thier, 09/04/2015 - 18:485798
Um querido parceiro, um poeta, escritor amado pelas crianças, jornalista que sempre divulgou com entusiasmo a produção literária, o patrono da Feira do Livro de Porto Alegre mais alegre, um companheiraço da querida Alice Urbim. Abraço e carinho para a família Urbim.
Ricardo Silvestrin, 09/04/2015 - 18:465797
Hoje pela manhã, quando acordei,
me disseram que o Carlos Urbim havia falecido.
E eu, cá com meus botões pensei:
Desde quando que um poeta com alma de criança morre?

Zé Augustho Marques
www.zepoesia.blogspot.com
Zé Augustho Marques, 09/04/2015 - 18:445796

Listar todos os recados

 

A presença de Carlos Urbim no portal é um oferecimento de:


Este perfil já foi acessado 1198 vezes.

.

Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural